Assine o jornal do  site para receber notificações de alteração! Dúvidas ou  sujestões, entre em contato comigo! Tire dúvidas no  Fórum de Modelismo Alternativo! Assine meu livro  de visitas! Leia ou submeta  arquivos para o site! Aprenda a montar  modelos alternativos! Volte à página  inicial... Visite alguns  links interessantes! O mapa deste  site... Fotos de meus  modelos alternativos Como as coisas  eram feitas de verdade... Informações e  esquemas de aviões! Here you can view my English Language version of the site Acesse meu novo conteúdo de ferromodelismo
MODELISMO EM ESCALA COM MATERIAIS ALTERNATIVOS

Passos: 1 2 3 4

Técnica dos moldes


Pense nos moldes do modelismo alternativo como em moldes de costura. Na verdade eles são a mesma coisa... Matrizes para repetição de desenhos

O objetivo da confecção de moldes é a reprodução sucessiva de peças de formas iguais.

O material necessário para criar os moldes é o papel e o papelão, ou o polietileno (se você preferir moldes transparentes).

O ferramental necessário é: Lápis, borracha, alfinete, tesoura, fita métrica, régua e estilete



Voltar ao topo da página

Primeiro passo:


Escolha uma folha de papelão ou polietileno de tamanho suficiente para desenhar a peça desejada

Coloque esse material sobre uma mesa, bem esticado e coloque seu esquema estrutural em escala por cima


Figura 1: Alinhe a parte do esquema desejada para a produção do molde, com o material disponível para sua produção.


Voltar ao topo da página

Segundo passo


Com um alfinete, fure seu esquema estrutural em todos os pontos extremos do desenho, juntas e detalhes relevantes, afundando o alfinete o suficiente para marcar o material do molde. Como os alfinetes são muito finos, este procedimento não estragará os moldes.


Figura 2: Os furos de alfinete darão uma pista para seguir ao reproduzir os desenhos do esquema. Lembre-se que também é possível transferir desenhos com carbono, mas com o alfinete é mais fácil saber o que se está fazendo, possibilitando ajustes...


Voltar ao topo da página

Terceiro passo


Com o lápis junte os pontos marcados com alfinete sobre o material para molde, como se estivesse brincando de juntar pontinhos. Evite, entretanto, juntar os pontos em linha reta. Lembre-se que estes pontos servem de referência para desenho, mas seu esquema provavelmente não é composto por linhas retas...


Figura 3: Desenhe com suavidade, seguindo os contornos do esquema original, e não usando linhas retas...

Se a peça a ser produzida não for plana, será necessário fazer algumas adaptações:

- Se o esquema possuir secções transversais que indiquem a forma da peça em um dado plano, meça o comprimento da face relevante com uma fita métrica, ou com um barbante. Peças curvas geralmente serão utilizadas durante o processo de cobertura de armações.

Figura 4: No esquema caima, as pequenas formas isoladas são seções transversais que foram retiradas dos respectivos pontos apontados na lateral do avião.


Figura 5: Usando um barbante é possível medir distâncias curvas, e transferí-las para um molde plano.

- O comprimento da face curva deverá ser utilizado como comprimento do molde, no ponto correspondente à seção transversal.
- Com uma régua e lápiz, represente a seção transversal sobre o papelão, com seu comprimento corrigido. Prefira sempre manter um dos lados da peça como representado no esquema, de forma a conservar sua forma pretendida, ajustando o comprimento da mesma do outro lado, mas já depois que esta estiver envolmento a armação interna do avião. Este molde ficará pronto, portanto, somente no momento do cobertura do modelo.
- Se o esquema não possuir secções transversais, você não poderá esperar precisão na fabricação de um molde. Desta forma, você poderá inventar suas próprias secções transversais, baseando-se na forma esperada para a peça, e em sua expessura naquela posição.
- Proceda posteriormente da mesma forma que no caso anterior.


Voltar ao topo da página

Quarto passo


Recorte o molde nas linhas demarcadas com o lápis, utilizando uma tesoura ou estilete. O molde poderá possuir perfurações para marcação de pontos de fixação estrutural, etc, que serão apontados com lápis no material para fabricação da peça final


Figura 6: Após tudo marcado, basta recortar o molde.
 
Figura 7: Você poderá ainda marcar lembretes estruturais no molde, de forma a facilitar a dobradura ou colagem das peças finais.

Em alguns casos o molde poderá ser confeccionado depois da construção de uma armação em cruz, utilizando papel e tesoura. É só enrolar o papel na armação e recortar as sobras...

Voltar ao topo da página Versão para impressão Próxima página
Jornal  -  Contato  -  Fórum  -  Guestbook  -  Artigos  -  Tutoriais  -  Modelismo Alternativo
Links  -  Mapa do Site  -  FAQ  -  Galeria de Modelos  -  Detalhes de Aviões  -  Dados Sobre Aviões


Clique aqui para Ativar / Desativar o Glossário
moldes  -  modelismo alternativo